Membros / Amigos

Conheça mais de nossas Postagens

Research - Digite uma palavra ou assunto e Pesquise aqui no Blog

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Uma analogia - O Titanic e a Igreja de hoje

"Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna." Gálatas 6:7,8

Estava pesquisando sobre o texto bíblico de Lucas 12:20 e me deparei com o comovente acontecimento envolvendo o Transatlântico Titanic.


Totem da ousadia humana, orgulho da engenharia náutica, colosso de 269 metros de comprimento e 46 mil toneladas, obra-prima de 7,5 milhões de dólares, o RMS Titanic, tido e havido como inexpugnável pelos mais insuspeitos especialistas, soçobrou em sua viagem inaugural.(Veja na História)

O Titanic foi apresentado em 1912 à sociedade inglesa como um transatlântico inafundável. A empresa White Star Line o construiu no estaleiro de Belfast, Irlanda, para ser o maior transatlântico do mundo. Maior em tamanho e luxo que seus concorrentes da época, o Mauritânia e o Luzitânia da Cunard Line.

Às 23:40 horas, do dia 14 de abril de 1912, ele bateu na lateral de um iceberg e, em três horas, afundou. Ele foi encontrado 73 anos depois, em 1985, por uma expedição franco-francesa, a 4.000 metros de profundidade.

UMA SUCESSÃO DE ERROS

Um homem  decidiu construir um grande navio e o batizou com o nome de Titanic. Era para ser o maior  barco que jamais navegara pelo oceano. Quanto ficou pronto, seu construtor contratou uma tripulação para fazer uma viagem em grande estilo:  A travessia do Velho  para o Novo Continente.

A tripulação do navio a princípio humilde, depois de ser apresentada pelo engenheiro àquele colosso, ficou tão envaidecida, a ponto de espalhar pela cidade que o Titanic era  i-na-fun-dá-vel. E esta confiança inabalável foi o primeiro erro para o desastre.

Em sua primeira (e única) viagem, o Titanic transportava 2.208 pessoas, mas somente levava  20 barcos salva-vidas. O que dava para acudir 1.178 passageiros em caso de uma inesperada desgraça. Este foi o segundo erro.

Era o começo da primavera. O Titanic navegava  em um mar gelado e grandes icebergs haviam sido vistos pela tripulação de outros navios que faziam aquela rota. Um deles enviou notícias que foram captadas pelo telégrafo do Titanic, Mas o operador do telégrafo estava tão confiante naquele gigante de aço que decidiu não entregar os alertas ao comando do navio. Foi o terceiro erro.

Os dois atalaias do barco, no cesto da gávea, não levaram nenhuma luneta. Foi o quarto erro. Assim, quando iceberg fatal apareceu à frente, distava apenas 500 metros. 

O alarme foi tocado.

O comandante viu o perigo, mas em vez de mandar parar as máquinas e diminuir a velocidade, decidiu  desviar do iceberg. O sexto erro. O tempo foi muito curto e a manobra somente conseguiu o desvio de uns poucos graus.

Em menos de um minuto, um leve tremor vibrou todo Titanic. A maioria nem percebeu.  O sétimo erro.

No impacto do casco  contra o gelo, os rebites das chapas de duro aço saltaram e abriram-se grandes brechas. Houve um desprendimento das chapas uma das outras. Se houvesse brechas em um ou dois compartimentos, o navio "inafundável" conseguiria chegar ao destino, mas com o impacto, foram  seis os compartimentos atingidos e inundados.

O diagnóstico do engenheiro construtor foi fatal: Não havia mais salvação para o Titanic.  Seu destino não mais seria o Porto de Nova York, mas o fundo do mar!


Das 2.208 pessoas que estavam a bordo do Titanic, 1.176 morreram afogadas ou de hipotermia no mar.  Isto aconteceu  por uma sucessão de erros: Excesso de confiança, falta de botes salva-vidas, negligência de um operador de telégrafo, atalaias sem lunetas, a imperícia de um Capitão e uma colisão com um bloco de gelo quase imperceptível.

UMA ANALOGIA COM A IGREJA DE NOSSOS DIAS

A construção de um grande navio representa a vaidade humana.  Já fizeram isto no passado com uma grande torre. Hoje temos mega templos e Igrejas corporativas. O  mar é o mundo e sua cultura secular.  O destino da viagem está registrado na Bíblia. No tempo de Moisés era Canaã, nos dias de hoje é a Jerusalém celestial. Quem envia as mensagens sobre o perigo  é o Espírito Santo.  O pecado do orgulho é a ponta do iceberg.

O navio é a denominação religiosa. Os operadores do telégrafo são os pastores. Na cesta da gávea estão os profetas da Igreja. A mensagem - PECADO À VISTA - tem como destino a ponte de comando. Na ponte de comando estão os líderes da denominação. 

A base de flutuação da Igreja são os ministérios. Ela é divida em compartimento que não podem entrar "água" do mar: cooperadores, diáconos, presbíteros, levitas, evangelistas, mestres e pastores. O leme do navio é a oração pessoal de seus líderes.  A luneta para enxergar bem longe,  do alto do cesto da gávea, é o jejum.  

A ponta do iceberg é o pecado da soberba.  A parte maior da montanha de gelo fica submersa. Ali pode ficar escondida a teologia da prosperidade. A mesma que o diabo usou para enganar Eva e pregou para Jesus na tentação do deserto.

Á água que entrou nos compartimentos e fez o navio ir ao fundo, é o pecado do secularismo. O mundo sendo despejado imperceptivelmente pelos canos de esgoto da cultura  deste mundo rebelde a Deus. São novelas cheias de adultério, filmes cheios de violência, pornografia na internet, propaganda de bebida alcoólica, revistas masculinas, homossexualismo, pedofilia, baladas noturnas para "crentes", moda indecente, namoro fornicário e muita avareza.

Os barcos salva-vidas representam as missões. Os 20 barcos salva-vidas do navio, insuficientes para salvar  todos passageiros, representam a negligência da liderança da Igreja que não se preocupa com a ordem de Jesus.

Por quê, mais de 100 anos depois, o naufrágio do Titanic não foi esquecido? Talvez para lembrar algumas coisas importantes:

1. Nossos olhos e ouvidos podem podem ser  enganados através de palavras persuasivas de um propaganda ufanista e enganosa. Maior templo do Brasil, maior denominação brasileira, maior grupo de louvor de todos os tempos. Maior pregador de nossa época. Babel também era a maior torre do mundo e as Torres Gêmeas de Manhattan eram "inderrubáveis"...

Para enxergar a realidade dos fatos é preciso ser exigente. É preciso observar os sinais e as referências, os icebergs no meio do mar. De certa forma, nossas famílias navegam por um oceano cheio de icebergs de secularismo. É possível ver somente uma pequena e inofensiva parte. Mas o pecado que está escondido em baixo, quando colide com a fé, pode parecer que houve só um "tremorzinho" mas é perigoso o suficiente para por a pique a vida de nossos queridos.

O Titanic não afundou por causa de um erro, mas por uma sucessão deles. A Igreja de Laodiceia era o símbolo de uma igreja secularizada. Sua liderança achava que tinha tudo, mas era cega. Ainda não tinha vista que havia perdido Jesus e que ele estava batendo à porta pelo lado de fora. Se você ama a sua família, abra bem os olhos para ver, pois assim como não foi apenas um erro que levou o Titanic a afundar, muita coisa errada pode estar passando despercebida. É hora de procurar ouvir a voz de Deus, porque os dias são extremamente maus

Texto de João Cruzué
Aqui eu Aprendi!

2 comentários:

  1. Boa tarde! Gosto demais deste blog, mensagens e reflexões que edificam.Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito deste blog e em cada postagem que clico ganho mais conhecimento;agradeço ao Senhor Jesus Cristo por suas vidas,fiquem na paz do Senhor.

    ResponderExcluir

O comentário será postado assim que o autor der a aprovação.

Respeitando a liberdade de expressão e a valorização de quem expressa o seu pensamento, todas as participações no espaço reservado aos comentários deverão conter a identificação do autor do comentário.

Não serão liberados comentários, mesmo identificados, que contenham palavrões, calunias, digitações ofensivas e pejorativas, com falsidade ideológica e os que agridam a privacidade familiar.

Comentários anônimos:
Embora haja a aceitação de digitação do comentário anônimo, isso não significa que será publicado.
O administrador do blog prioriza os comentários identificados.
Os comentários anônimos passarão por criteriosa analise e, poderão ou não serem publicados.

Comentários suspeitos e/ou "spam" serão excluídos automaticamente.

Obrigado!
" Aqui eu Aprendi! "

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...