Membros / Amigos

Conheça mais de nossas Postagens

Research - Digite uma palavra ou assunto e Pesquise aqui no Blog

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Salmo 105

As Obras de Deus na História do Povo Escolhido

Este Salmo deve ser estudado junto com o Salmo 106.

Os primeiros 15 versos do Salmo 105, e os últimos 2 versos do 106 se encontram na celebração da chegada da arca a Jerusalém (1 Crônicas 16)

"Dai graças ao Senhor; invocai o seu nome; fazei conhecidos os seus feitos entre os povos."

Este salmo histórico foi evidentemente composto pelo Rei Davi, porque os primeiros quinze versos foram usados como um hino quando foi carregada a arca da casa de Obede-Edom. (ver ICr 16)
Os primeiros versos são cheios de alegre louvor, e convocam o povo para exaltar ao Senhor, Sl 105.1-7 (Ele é o Senhor nosso Deus; os seus juízos estão em toda a terra); depois os primeiros dias da nação infante são descritos (Sl 105.8-15); a ida ao Egito (Sl 105.16-23); a saída de lá com o braço estendido do Senhor (Sl 105.24-38); a viajem através do deserto e a entrada em Canaã (Sl 105.39-45). 

"Foi nesse mesmo dia que Davi, pela primeira vez, ordenou que pelo ministério de Asafe e de seus irmãos se dessem ações de graças ao Senhor, nestes termos: Louvai ao Senhor, invocai o seu nome; fazei conhecidos entre os povos os seus feitos. Cantai-lhe, salmodiai-lhe, falai de todas as suas obras maravilhosas." 

O texto de 1Crônicas 16.8-22 é praticamente idêntico ao Salmo 105.1-15 – os salmos 96 e 106 parecem ter sido compostos na mesma ocasião (Sl 96.1b-13a cf. 1Cr 16.23-33; Sl 106.1b,47,48 cf. 1Cr 16.34-36). Sabendo que um dos piores castigos impostos pelo Senhor foi a perda da arca para os filisteus (1Sm 5.1-12) e seu retorno parcial a Israel (1Sm 6.1 – 7.1), a volta da arca ao culto israelita era uma bênção de natureza magnífica. Mesmo parecendo que esse dia nunca chegaria, o salmista olha para o passado, demonstra a mesma confiança nos feitos divinos e cita as maravilhas que o Senhor já havia feito ao seu povo (versos.1-6) – há uma ênfase nos feitos de Deus (versos.1,2,5) por meio das expressões “seus feitos” (‘alîlôtayw), “seus atos maravilhosos” (nifle’ôtayw) e “seus milagres” (moftayw). Assim, tais feitos maravilhosos demonstravam para o salmista e para seus irmãos que o Senhor, cujo poder e bondade ficaram patentes no passado, voltaria a beneficiá-los e cumpriria todas as promessas que fez – o retorno da arca era um desses benefícios.


Salmo 105 mostra a fidelidade de Deus nas grandes obras feitas a favor do povo de Israel, traçando a história desde as promessas aos Patriarcas. 

Salmo 106 fala de vários acontecimentos no mesmo período, mas frisa a infidelidade e a ingratidão do próprio povo. Embora abençoado por Deus, Israel não foi obediente.



SALMO 105
1-4 O Salmo começa, como muitos outros, com um convite ao louvor. Este enfatiza as obras de Deus e a importância de buscar sempre a presença do Senhor

5-11 As promessas aos Patriarcas. Deus fez uma promessa especial de dar aos descendentes de Abraão a terra de Canaã. A mesma promessa foi repetida a Abraão (Gênesis 12:1-3; 15:12-21; 17:4-8), a Isaque (Gênesis 26:1-5) e a Jacó (Gênesis 28:13-15; 35:10-12).

12-15 Deus protegeu a família de Abraão, mesmo quando era uma pequena família de peregrinos

16-25 A família da promessa desceu ao Egito. Deus causou uma grande fome na terra (Gênesis 41:54 em diante), mas já começou os seus preparativos para isso décadas antes. Enviou José na frente. Ele foi como escravo ficou preso, e chegou a governar o Egito (Gênesis 37-41). Jacó (Israel) e sua família desceram ao Egito (Gênesis 46-47). Lá, Deus fez com que eles se multiplicassem (Êxodo 1). Os egípcios os odiaram, e começaram a maltratá-los (Êxodo 1:8-14)

26-36 Deus usou Moisés e Arão para mostrar seu poder sobre os egípcios. Por meio deles, realizou grandes sinais no Egito (Êxodo 2-12). Aqui o Salmista menciona, especificamente, 8 das 10 pragas:
01º - Água em sangue (verso 29; Êxodo 7:14-25)
02º - Rãs (verso 30; Êxodo 8:1-15)
03º - Piolhos (verso 31; Êxodo 8:16-19)
04º - Moscas (verso 31: Êxodo 8:20-32)
07º - Saraiva (verso 32; Êxodo 9:13-35)
08º - Gafanhotos (verso 34; Êxodo 10:1-20)
09º - Escuridão (verso 28; Êxodo 10:21-23 até 29)
10º - Morte dos primogênitos (verso 36; Êxodo 12:29-36)

37-39 A saída do Egito (Êxodo 12 14-17). Deus libertou o povo da escravidão (Êxodo 12 35-36), e os guiou com a coluna de nuvem e de fogo (Êxodo 13:21-22).

40-43 No deserto, Deus sustentou os israelitas, lhes dando pão do céu (Êxodo 16:1-10), codornizes (Êxodo 16:11-21), e água de uma rocha (Êxodo 17:1-7). Ele não esqueceu a sua aliança com Abraão.

44-45 Deus lhes deu vitória sobre as nações para tomarem posse da terra (veja o livro de Josué). Ele queria um povo obediente

Obediência a Deus é o plano de suas misericórdias a nós.


Fonte: Bíblia de Estudo Pentecostal, Bíblia Defesa da Fé; Estudos da Bíblia.net; CBLibrary.net; IBR.org

Aqui eu Aprendi!

2 comentários:

  1. Já faz uns dias que apenas leio a bíblia de forma devocional, ao ler esse ensinamento dessa passagem bíblica chega a dar um refrigério pra alma.

    Paz em Cristo pastor.

    ResponderExcluir

O comentário será postado assim que o autor der a aprovação.

Respeitando a liberdade de expressão e a valorização de quem expressa o seu pensamento, todas as participações no espaço reservado aos comentários deverão conter a identificação do autor do comentário.

Não serão liberados comentários, mesmo identificados, que contenham palavrões, calunias, digitações ofensivas e pejorativas, com falsidade ideológica e os que agridam a privacidade familiar.

Comentários anônimos:
Embora haja a aceitação de digitação do comentário anônimo, isso não significa que será publicado.
O administrador do blog prioriza os comentários identificados.
Os comentários anônimos passarão por criteriosa analise e, poderão ou não serem publicados.

Comentários suspeitos e/ou "spam" serão excluídos automaticamente.

Obrigado!
" Aqui eu Aprendi! "

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...