Membros / Amigos

Conheça mais de nossas Postagens

Research - Digite uma palavra ou assunto e Pesquise aqui no Blog

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

A Cegonha e a Raposa

REFLEXÃO

A raposa e a cegonha mantinham boas relações e pareciam ser amigas sinceras. Um dia a raposa convidou a cegonha para jantar. 

Querendo pregar uma peça na amiga, serviu sopa num prato raso. Claro que a raposa tomou toda a sua sopa sem o menor problema, mas a pobre da cegonha com seu bico comprido mal pode tomar uma gota.

O resultado foi que a cegonha voltou para casa morrendo de fome. A raposa fingiu que estava preocupada, perguntou se a sopa não estava do gosto da cegonha, mas a cegonha não disse nada.

Quando foi embora, agradeceu muito a gentileza da raposa e disse que fazia questão de retribuir o jantar no dia seguinte.

No dia seguinte:

Assim que chegou, a raposa se sentou lambendo os beiços de fome, curiosa para ver as delícias que a amiga ia servir.

O jantar veio para a mesa numa jarra alta, de gargalo estreito, onde a cegonha podia beber sem o menor problema.

A raposa, amoladíssima, só teve uma saída: lamber as gotinhas de sopa que escorriam pelo lado de fora da jarra.

Ela aprendeu muito bem a lição. Enquanto ia andando para casa, faminta, pensava:

"Não posso reclamar da cegonha. Ela me tratou mal, mas fui grosseira com ela primeiro".
Moral: Trate os outros tal como deseja ser tratado.
Texto adaptado - fabulas de Esopo

Hoje abordamos um assunto bastante relevante. Estamos presenciando um mundo egoísta e pessoas que se comportam de acordo com suas próprias vontades; pessoas que possuem como objetivo atender seus próprios interesses. Neste mesmo cenário, temos visto muitos falando, transmitindo as Boas Novas mas, será que realmente estamos praticando a Ética da reciprocidade, estamos praticando a "Regra de ouro da Bíblia"?

Jesus nos mostra esta regra com total clareza mas, será que estamos praticando "A Regra de Ouro", ensinada por Jesus Cristo aos seus discípulos?

Na Ética de reciprocidade temos a frase "Não faça aos outros o que você não quer que seja feito a você", frase esta muito conhecida desde a antiguidade, por diferentes povos. Sua origem é discutível (alguns atribuem ao sábio chinês Confúcio). Perceba que nesta frase há uma proibição.

Jesus nos ensina algo mais profundo, pois em vez de colocar uma proibição (não faça) ele mostra que devemos fazer o bem ao nosso semelhante!

A Regra de Ouro é fazer ao próximo aquilo que desejamos que seja feito para nós mesmos, e jamais fazer ao próximo aquilo que não queremos para nós.

Veja esta frase: "O mal não existe; é, na verdade, a ausência do bem". (Albert Einsten)

Então, podemos ser mais Altruístas?

Mas o que é Altruísmo?
Altruísmo é um tipo de comportamento encontrado nos seres humanos e outros seres vivos, em que as ações de um indivíduo beneficiam outrem. É sinônimo de filantropia. No sentido comum do termo, é muitas vezes percebida, também, como sinônimo de solidariedade.

Vejamos mais este comentário:
"O breve enunciado a que muitas vezes chamamos de "Regra de Ouro" foi proferido por Jesus, e pode encontrá-lo em Mateus 7:12. Eis o que diz: "Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas".

Embora as palavras de Jesus pareçam simples, na realidade, são muito difíceis de pôr em ação. Independentemente do quanto nos esforçamos, muitas vezes ficamos aquém do esperado e deixamos de tratar os outros da forma que sabemos que devemos. Porque é que isso acontece? Uma das razões é porque nos envolvemos tanto nas nossas próprias vidas que não conseguimos ver as necessidades dos outros. Dito de outra maneira, nós só pensamos nas nossas próprias necessidades, e não nas necessidades das pessoas ao nosso redor. Descobrimo-nos a dizer com o apóstolo Paulo: "… com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem" (Romanos 7:18).

Qual é o problema? A Bíblia diz que o nosso verdadeiro problema é que somos pecadores. O pecado - como um cancro mortal - invadiu as nossas almas, tornando-nos fracos e incapazes de fazer o que é correto. E é por isso que precisamos de Cristo, porque Ele veio ao mundo para nos perdoar e salvar do poder do pecado.

Não tente viver da maneira que deve, na sua própria força. Em vez disso, peça a Cristo, crendo n’Ele, que entre na sua vida a fim de o purificar e salvar. Em seguida, peça-lhe que lhe dê um novo amor pelos outros, e para que o ajude a tratá-los da maneira que gostaria de ser tratado. Quão diferente seria o nosso mundo se todos o fizessem!" (Billy Graham)

Como seria bom ver todos, (humanidade), praticando esta Regra de Ouro da Bíblia!
Que as pessoas não colocassem tantos impedimentos para ajudar alguém, ajudar a seus irmãos; ajudar ao próximo!

Pense nisso?
Estamos ajudando sem distinção, sem acepção, sem interesse?


"Sabendo que recebereis do Senhor o galardão da herança, porque a Cristo, o Senhor, servis." Colossenses 3:24

"E se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? Também os pecadores amam aos que os amam. E se fizerdes bem aos que vos fazem bem, que recompensa tereis? Também os pecadores fazem o mesmo. E se emprestardes àqueles de quem esperais tornar a receber, que recompensa tereis? Também os pecadores emprestam aos pecadores, para tornarem a receber outro tanto. Amai, pois, a vossos inimigos, e fazei bem, e emprestai, sem nada esperardes, e será grande o vosso galardão, e sereis filhos do Altíssimo; porque ele é benigno até para com os ingratos e maus. Sede, pois, misericordiosos, como também vosso Pai é misericordioso." Lucas 6:32-36.

Estamos vivendo uma ausência do bem e isso precisa ser mudado!

"Não te vingarás nem guardarás ira contra os filhos do teu povo; mas amarás o teu próximo como a ti mesmo. Eu sou o Senhor." Levítico 19.18

Não vos enganeis; Deus não se deixa escarnecer; pois tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Gálatas 6.7

Que possamos seguir esta regra de ouro ensinada por Jesus!

"Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós a eles; porque esta é a lei e os profetas." Mateus 7.12

Respondeu-lhe Jesus: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas. Mateus 22:37-40


Fonte: wikipédia; Bíblia Pentecostal de Estudo; Bíblia Defesa da Fé; Dicionário Bíblico

Esopo foi um escritor da Grécia Antiga a quem são atribuídas várias fábulas populares. A ele se atribui a paternidade da fábula como gênero literário.
As fábulas de Esopo serviram como base para recriações de outros escritores ao longo dos séculos, como Fedro e La Fontaine.
Aqui eu Aprendi!

4 comentários:

  1. muchísimas bendiciones en este hermoso blog, les dejo un saludo afectuoso desde El Salvador
    Mi blog www.creeenjesusyserassalvo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Muito legal este texto. Eu estou sempre por aqui clicando nos "interessante" do blog. Perdoe-me por não ser mais presente e participativo, comentando e etc. Lutarei para mudar isto. Grande blog. Se desejar uma parceria, nós poderíamos trocar os "link-mes" de nossos blogs.

    ResponderExcluir
  3. Muito importante reflexão! Estou maravilhada pelo modo como Deus falou comigo. A imagem do garotinho empurrando a cadeira de rodas me fez lembrar dos meu alunos especiais...

    Deus me ajude a fazer todo o bem que eu puder da parte de dEle. Amém!

    ResponderExcluir
  4. Extremamente importante esta reflexão, uma vez que a marca do cristão tem que ser o amor. Se dissemos que amamos a Deus e não amamos nosso irmão, a bíblia diz que somos mentirosos. Deus escolheu ser amado na vida do próximo! Se amamos a Deus, olharemos para o lado e nos compadeceremos do outro. Como o versículo que o senhor mesmo citou no texto, faremos a eles o que queremos que nos façam.

    ResponderExcluir

O comentário será postado assim que o autor der a aprovação.

Respeitando a liberdade de expressão e a valorização de quem expressa o seu pensamento, todas as participações no espaço reservado aos comentários deverão conter a identificação do autor do comentário.

Não serão liberados comentários, mesmo identificados, que contenham palavrões, calunias, digitações ofensivas e pejorativas, com falsidade ideológica e os que agridam a privacidade familiar.

Comentários anônimos:
Embora haja a aceitação de digitação do comentário anônimo, isso não significa que será publicado.
O administrador do blog prioriza os comentários identificados.
Os comentários anônimos passarão por criteriosa analise e, poderão ou não serem publicados.

Comentários suspeitos e/ou "spam" serão excluídos automaticamente.

Obrigado!
" Aqui eu Aprendi! "

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...